LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Juliano de Spira
  • Vida de São Francisco

TEXTO ORIGINAL

Vita Sancti Francisci - 52

52. 1 Vir quidam religiosus Gaufreducius nomine, Castrum Plebis inhabitans, quemdam penes se devote funiculum conservabat, quo se beatus Franciscus quandoque praecinxerat. 2 Accidit autem in eodem castello plurimos utriusque sexus graviter infirmari, cum iam dictus vir aegrotantium loca circuiens ipsius funiculi partem in aqua tinxit vel eidem aquae minimum quid de illo immiscuit, et sic in aegritudinis lecto decubantibus potum dedit.3 Sicque mirabiliter factum est ut, si qui languentium ex huiusmodi potione gustarent, optatam continuo sanitatem reciperent. 4 Panes etiam ad benedicendum beato Francisco saepius offerebant, de quibus aegri gustantes a diverso languoris incommodo resurgebant. 5 Crebro quoque pius pater quasi seminudus a populo derelictus est, eo quod tunicam illius per particulas cum cultellis inciderent, casque devote contra diversa pericula pro salutis remedio conservarent.

TEXTO TRADUZIDO

Vida de São Francisco - 52

52. 1 Um homem religioso, chamado Goffreduccio, morador de Città della Pieve, conservava devotamente consigo uma cor­da com que o bem-aventurado Francisco já se cingira. 2 Aconteceu que na mesma vila adoeceram gravemente muitas pessoas, de ambos os sexos. Quando o homem, ao visitar as casas dos doentes, imergia uma parte da corda na água ou então misturava um pedacinho dela na água e assim dava de beber aos que jaziam doentes. 3 Assim, admiravelmente, os que bebiam a água recuperavam imediata­mente a desejada saúde. 4 Muitas vezes, também ofereciam pães para o bem-aven­turado Francisco benzer, e os doentes que os provavam levantavam-se livres do incômodo de vários males. 5 Freqüentemente o piedoso pai ficou quase seminu pelo povo que, com facas, cortavam pedacinhos de seu hábito para conservá-los devotamente como remédio contra diversos perigos.