LÍNGUA CLÁSSICA

Espiritualidade dos Esponsais - Clara e os Místicos de seu tempo, Fr. José Carlos Corrêa Pedroso, OFMCap

4. CLARA E OS MÍSTICOS DO SEU TEMPO

Francisco foi o grande companheiros, "o amigo do esposo", na experiência mística de Clara com Jesus Cristo. Ela nunca perdeu esse ponto de partida: abraçar o Cristo cujo amor foi tão grande que o tornou pobre, livre e crucificado. Mas ela também conheceu e aprofundou os místicos medievais.

Para falar deles, parece-me interessante começar repetindo aqui o que dissemos sobre o misticismo no Capítulo 1, com alguns acréscimos.

Diante do mistério que o transborda, o homem expressa sua incapacidade de falar pelo silêncio, pela mística. Essa palavra vem do grego μυστικός, mystikós, que indicava a iniciação a um mistério religioso. É a busca da comunhão com uma realidade final, que pode ou não ser chamada de Deus, através de uma experiÊncia direta ou intuitiva.

(Clique aqui para ver o conteúdo completo)