LÍNGUA CLÁSSICA

" SED SINT MINORES" - A Minoridade na Rregra não Bulada: Propostas e Reações, Tradução: Fr. José Carlos Corrêa Pedroso, OFMCap

LEONARDO LEHMANN, OFMCAP

“SED SINT MINORES”.
A MINORIDADE NA REGRA NÃO BULADA:
PROPOSTAS E REA‚ƒÇÕES

“Sed sint minores”. La minorit‚ nella Regula non bullata: proposte e reazioni”,
em “Minores et subditi mnibus”. Tratti caratterizzant dol’identit„ francescana.
Atti do Convegno, Roma, 26-27 Novembre 2002.
A cura di L. Padovese. Roma 2003,129-147.

Entre os escritos mais estudados de sƒo Francisco nos „últimos 50 anos, devemos colocar a Regra
n…ão bulada (Rnb). Depois da edi…ƒção crí†tica do Testamento, proposta por K. Esser em 1949,¹ seu irmãƒo e disc†ípulo D. Flood enfrentou o estudo dos manuscritos da Rnb, inclu†ídas as questõ‡es que lhe dizem respeito: a) a dependˆência dos c‰ódices, b) a influêˆncia da hist‰ória da Ordem sobre a leitura dos textos e a mudan…ça de perspectiva da leitura dos mesmos, segundo novas tendˆências teol‰ógicas, c) a histó‰ria redacional do texto da Rnb conhecido por n‰ós e a hip‰ótese articulada dos possí†veis textos precedentes, isto Š, daqueles que nƒo chagaram atŠé nó‰s ou só‰ chegaram em parte.²

As investiga…‡ções de Flood deram como fruto uma ediçㅃo cr†ítica, aparecida em 1967, que, confrontada com as ediçõ…‡es precedentes de L. Lemmens e H. Boehmer de 1904,³ apresentava nƒão só um texto mais seguro em quanto baseado em um n„úmero maior de có‰dices, mas que tambŠém lan…çava uma luz nova, em medida preponderante, sobre a evoluçㅃo do texto. Da investigação de Flood, emerge, de modo convincente, que a Rnb nƒão foi o resultado de um ú„nico momento redacional nem de menos de um ú„nica pessoa: o texto promulgado no capí†tulo de 1221 deve ser considerado, portanto, o ponto de chegada de um longo caminho redacional, que se prolonga provavelmente desde 1209/10 a 1221, quando se decide analisar a situaçㅃo sobre um texto jዠcrescido aléŠm dos limites de um texto legislativo e discutido e reelaborado muitas vezes durante os cap†ítulos anuais. A Rnb Š, pois, fruto de uma colabora…ƒção dentro da fraternidade, um conjunto de v‹ários estratos, em que se entrelaç…am estruturas de pensamento e reda…‡ções diversas4...

 (Clique aqui para ver o conteúdo completo)