LÍNGUA CLÁSSICA

O Franciscanismo de Santo Antonio, Orlando Bernardini, OFM

O FRANCISCANISMO DE SANTO ANTÔNIO

Orlando Bernardi OFM*

Introdução

No Congresso Internacional sobre as fontes e a teologia dos Sermões antonianos, realizado em outubro de 1981, em Pádua, Raoul Manselli, através de um estudo intitulado La coscienza minoritica de Antonio di Padova¹, lançava um desafio que provocou uma série de estudos sobre a franciscanidade de S. Antônio. Essa desconfiança de Manselli não era propriamente nova. Já Sabatier em sua célebre Vida de S. Francisco ao falar de Santo Antônio o opõe de tal modo a Francisco que, segundo ele, a distância que vai entre ambos seria igual a que separa Jesus de S. Paulo². A. Gemelli em seu tão conhecido O Franciscanismo³ relativiza bastante as divergências que alguns "historiadores pouco familiarizados com o espírito franciscano pretendem descobrir" entre ambos. Acrescenta afirmando que, se existirem, são apenas aparentes. De fato, se assim fosse, não econtraríamos tantos franciscanólogos se defrontando com o problema...

(Clique aqui para ver o conteúdo completo)