LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Escritos de São Francisco
  • Orações
  • Exposição sobre o Pai-nosso

TEXTO ORIGINAL

Expositio in Pater Noster

1O sanctissime Pater noster: creator, redemptor, consolator et salvator noster. 2Qui es in caelis: in angelis et in sanctis; illuminans eos ad cognitionem, quia tu, Domine, lux es; inflammans ad amorem, quia tu, Domine, amor es; inhabitans et implens eos ad beatitudinem, quia tu, Domine, summum bonum es, aeternum, a quo omne bonum, sine quo nullum bonum. 3Sanctificetur nomen tuum: clarificetur in nobis notitia tua, ut cognoscamus, quae sit latitudo (cfr. Eph 3,18) beneficiorum tuorum, longitudo promissorum tuorum, sublimitas maiestatis et profundum iudiciorum. 4Adveniat regnum tuum: ut tu regnes in nobis per gratiam et facias nos venire ad regnum tuum, ubi est tui visio manifesta, tui dilectio perfecta, tui societas beata, tui fruitio sempiterna. 5Fiat voluntas tua sicut in caelo et in terra: ut amemus te ex toto corde (cfr. Lc 10,27) te semper cogitando, ex tota anima te semper desiderando, ex tota mente omnes intentiones nostras ad te dirigendo, honorem tuum in omnibus quaerendo, et ex omnibus viribus nostris omnes vires nostras et sensus animae et corporis in obsequium tui amoris et non in alio expendendo; et proximos nostros amemus sicut et nosmetipsos omnes ad amorem tuum pro viribus trahendo, de bonis aliorum sicut de nostris gaudendo et in malis compatiendo et nemini ullam offensionem dando (cfr. 2Cor 6,3). 6Panem nostrum quotidianum: dilectum Filium tuum, Dominum nostrum Jesum Christum, da nobis hodie: in memoriam et intelligentiam et reverentiam amoris, quem ad nos habuit et eorum, quae pro nobis dixit, fecit et sustulit. 7Et dimitte nobis debita nostra: per tuam misericordiam ineffabilem, per passionis dilecti Filii tui virtutem et per beatissimae Virginis et omnium electorum tuorum merita et intercessionem. 8Sicut et nos dimittimus debitoribus nostris: et quod non plene dimittimus, tu, Domine, fac nos plene dimittere, ut inimicos propter te veraciter diligamus, et pro eis apud te devote intercedamus, nulli malum pro malo reddentes (cfr. 1Tes 5,15) et in omnibus in te prodesse studeamus. 9Et ne nos inducas in tentationem: occultam vel manifestam, subitam vel importunam. 10Sed libera nos a malo: praeterito, praesenti et futuro. - Gloria Patri, etc.

TEXTO TRADUZIDO

Exposição sobre o Pai-nosso

1Ó santísimo Pai nosso: criador, redentor, consolador e salvador nosso.
2Que estais nos céus: nos anjos e nos santos, iluminando-os para o conhecimento, porque vós, Senhor, sois luz; inflamando-os para o amor, porque vós, Senhor, sois amor; morando neles e plenificando-os para a bem-aventurança, porque vós, Senhor, sois o sumo bem, eterno, do qual vem todo bem, sem o qual não há nenhum bem.
3Santificado seja o vosso nome: fique clara em nós a vossa notícia, para que conheçamos qual é a largura (cfr. Ef 3,18) de vossos benefícios, a extensão de vossas promessas, a sublimidade da majestade e a profundidade dos juízos. 4Venha nós o vosso reino... para que vós reineis em nós pela graça, e nos façais chegar a vosso reino, onde a visão de vós é manifesta, o amor por vós é perfeito, vossa companhia é feliz, e há um saborear sempiterno de Vós. 5Seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu: para que vos amemos de todo coração (Lc 10,27), pensando sempre em vós, com toda a alma, desejando sempre a Vós, com toda a mente dirigindo sempre todas as nossas intenções a Vós, buscando em tudo a vossa honra, e, com todas as nossas forças, destinando todas as nossas forças e os sentidos da alma e do corpo para o serviço do vosso amor e não para outra coisa; e amemos a nossos próximos como a nós mesmos, arrastando-os todos para o vosso amor com toda força, alegrando-nos pelos bens dos outros como pelos nossos e compadecendo-nos com eles nos males, e não fazendo a ninguém nenhuma ofensa (cf. 2Cor 6,3). 6O pão nosso de cada dia: vosso dileto Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, nos dai hoje, a fim de lembrar e reconhecer e reverenciar o amor que teve por nós bem como tudo o que por nós falou, realizou e sofreu. 7E perdoai-nos as nossas ofensas por vossa inefável misericórdia, pela força da paixão de vosso dileto Filho, e pelos méritos e intercessão da beatíssima Virgem Maria e de todos os vossos eleitos. 8Assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e o que nós não perdoamos totalmente, fazei vós, ó Senhor, que o perdoemos plenamente, para que por vós amemos de verdade os nossos inimigos e intercedamos por eles devotamente diante de Vós, a ninguém pagando o mal com o mal (cf. 1Ts 5,15) e em tudo procuremos ser proveitosos em Vós. 9E não nos deixeis cair em tentação oculta ou manifesta, repentina ou importuna. 10Mas livrai-nos do mal passado, presente e futuro. Amém.