LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Escritos de São Francisco
  • Exortações
  • Admoestações

TEXTO ORIGINAL

Admoestações - 11

UT NEMO CORRUMPATUR MALO ALTERIUS

1 Servo dei nulla displicere debet praeter peccatum.

2 Et quocumque modo aliqua persona peccaret, et propter hoc servus Dei non ex caritate turbaretur et irasceretur, thesaurizat sibi (cf. Rom 2,5) culpam.

3 Ille servus Dei, qui non irascitur neque conturbat se pro aliquo recte vivit sine proprio.

4 Et beatus est, qui non remanet sibi aliquid reddens quae sunt caesaris caesari, et quae sunt Dei Deo (Mat 22,21).

TEXTO TRADUZIDO

Admoestações - 11

QUE NINGUÉM SE CORROMPA PELO MAL DE OUTRO

1 Nada deve desagradar ao servo de Deus senão o pecado.

2 E se alguma pessoa pecar de qualquer modo, e por isso, e não por caridade, o servo de Deus se perturbar e encolerizar, entesoura para si a culpa (cf Rm 2, 5).

3 O servo de Deus que não se ira nem se perturba por coisa alguma vive retamente sem próprio.

4 E bem aventurado é aquele que não guarda nada para si, dando o que é de César a César e o que é de Deus a Deus (Mt 22,21).