LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Escritos de São Francisco
  • Proposta de vida
  • Regra não bulada

TEXTO ORIGINAL

Regra não Bulada - 2

DE RECEPTIONE ET VESTIMENTIS FRATRUM

1 Si quis divina inspiratione volens accipere hanc vitam venerit ad nostros fratres, benigne recipiatur ab eis.

2 Quodsi fuerit firmus accipere vitam nostram, multum caveant sibi fratres, ne de suis temporalibus negotiis se intromit-tant, sed ad suum ministrum, quam citius possunt, eum repraesentent.

3 Minister vero benigne ipsum recipiat et confortet et vitae nostrae tenorem sibi diligenter exponat.

4 Quo facto, praedictus, si vult et potest spiritualiter sine impedimento, omnia sua vendat et ea omnia pauperibus studeat erogare.

5 Caveant sibi fratres et minister fratrum, quod de negotiis suis nullo modo intromittant se

6 neque recipiant aliquam pecuniam neque per se neque per interpositam personam.

7 Si tamen indigent, alia necessaria corporis praeter pecuniam recipere possunt fratres causa necessitatis sicut alii pau-peres.

8 Et cum reversus fuerit, minister concedat ei pannos probationis usque ad annum, scilicet duas tunicas sine caputio et cingulum et braccas et caparonem usque ad cingulum.

9 Finito vero anno et termino probatio-nis recipiatur ad obedientiam.

10 Postea non licebit ei ad aliam religionem accedere neque “extra obedientiam evagari” iuxta mandatum domini papae et secundum evangelium; quia ”nemo mittens manum ad aratrum et aspiciens retro aptus est regno Dei” (Lc 9,62).

11 Si autem aliquis venerit qui sua dare non potest sine impedimento et habet spiritualem voluntatem, relinquat illa et sufficit sibi.

12 Nullus recipiatur contra formam et institutionem sanctae Ecclesiae.

13 Alii vero fratres qui promiserunt obedientiam habeant unam tunicam cum caputio, et aliam sine caputio, si necesse fuerit, et cingulum et braccas.

14 Et omnes fratres vilibus vestibus induantur, et possint eas repeciare de sac-cis et aliis peciis cum benedictione Dei; quia dicit Dominus in evangelio: “Qui in veste pretiosa sunt et in deliciis” (Lc 7,25) et “qui mollibus vestiuntur, in domibus regum sunt” (Mt 11, 8).

15 Et licet dicantur hypocritae, non tamen cessent bene facere nec quaerant caras vestes in hoc saeculo, ut possint habere vestimentum in regno caelorum.

TEXTO TRADUZIDO

Regra não Bulada - 2

DA RECEPÇÃO E VESTES DOS FRADES

1 Se alguém, querendo por inspiração divina receber esta vida, vier aos nossos frades, seja benignamente recebido por eles.

2 E se estiver firme para receber nossa vida, guardem-se muito os frades de intrometer-se em seus negócios temporais, mas o reapresentem logo que puderem ao seu ministro.

3 O ministro, porém, receba-o benignamente e o conforte, e lhe exponha diligentemente o teor de nossa vida.

4 Feito isso, o predito, se quiser e puder espiritualmen-te sem impedimento, venda tudo que é seu e procure dar tudo aos pobres.

5 Guardem-se os frades e o ministro dos frades de se intrometer de modo algum em seus negócios

6 e não recebam pecúnia alguma nem por si nem por pessoa intermediária.

7 Mas, se precisarem, podem os frades receber outras coisas necessárias para o corpo, menos dinheiro, por causa da necessidade, como os outros pobres.

8 E quando tiver voltado, o ministro conceda-lhe os panos da provação para um ano, isto é, duas túnicas sem capuz e o cíngulo e as bragas e um caparão até o cíngulo.

9 Mas acabado o ano e término da provação, seja recebido na obediência.

10 Depois não lhe será lícito entrar em outra religião nem "vagar fora da obediência" de acordo com o mandato do senhor papa e segundo o evangelho; porque "ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é apto para o reino de Deus" (Lc 9,62).

11 Mas se vier algum que não pode dar seus bens sem impedimento e tem vontade espiritual, deixe-os e lhe baste.

12 Ninguém seja recebido contra a forma e a instituição da santa Igreja.

13 Mas os outros frades que prometeram obediência tenham uma túnica com capuz e outra sem capuz, se for necessário, e o cíngulo e as bragas.

14 E todos os frades vistam-se de roupas vis e possam remendá-las com sacos e outros retalhos com a bênção de Deus, porque diz o Senhor no evangelho: "Os que estão em vestes preciosas também estão em delícias" (Lc 7,25) e "os que se vestem de moles estão nas casas dos reis" (Mt 11,8).

15 E mesmo que os chamem de hipócritas, todavia não deixem de fazer o bem nem procurem roupas caras neste século, para poderem ter um vestimento no reino dos céus.