LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Regra não Bulada - 14

    QUOMODO FRATRES DEBEANT IRE PER MUNDUM

    1 Quando fratres vadunt per mundum, nihil portent per viam neque (cfr. Lc 9,3) sacculum (cfr. Lc 10,4) neque peram neque panem neque pecuniam (cfr. Lc 9,3) neque virgam (cfr. Mt 10,10).

    2 Et in quamcumque domum intrave-rint, dicant primum: Pax huic domui (cfr. Lc 10,5).

    3 Et in eadem domo manentes edant et bibant quae apud illos sunt (cfr. Lc 10,7).

    4 Non resistant malo (cfr. Mt 5,39), sed qui eos percusserit in una maxilla, praebeant et alteram (cfr. Mt 5,39 et Lc 6,29).

    5 Et qui aufert eis vestimentum, et tunicam non prohibeant (cfr. Lc 6,29).

    6 Omni petenti se tribuant; et qui aufert quae sua sunt, ea non repetant (cfr. Lc 6,30).

    TEXTO TRADUZIDO

    Regra não Bulada - 14

    COMO OS FRADES DEVEM IR PELO MUNDO 

    1 Quando os frades vão pelo mundo, nada levem pelo caminho, nem (cfr. Lc 9,3) bolsa (cfr. Lc 10,4) nem alforje, nem pão, nem pecúnia (cfr. Lc 9,3), nem bastão (cfr. Mt 10,10).

    2 E em cada casa em que entrarem, digam primeiro: Paz a esta casa (cfr. Lc 10,5).

    3 E permanecendo na mesma casa, comam e bebam o que há lá com eles (cfr. Lc 10,7).

    4 Não resistam ao malvado (cfr. Mt 5,39), mas ao que lhes bater em uma face, ofereçam também a outra (cfr. Mt 5,39 e Lc 6,29).

    5 E ao que lhes tira o manto, não lhe proíbam também a túnica (cfr. Lc 6,29).

    6 Dêem a todo que lhes peça; e ao que lhes toma o que é seu, não o reclamem (cfr. Lc 6,30).