LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Vita Sancti Francisci - 18

    18.

    1 Cum ergo se quadam die devotius, uti consueverat, orationi dedisset, et super impensis sibi divinitus beneficiis gratias agens (cfr. Mat 15,36) annosque male transactos in amaritudine animae (cfr. Is 38,15) suae recogitans, Domino tremebundus assisteret, coepit passim menti ipsius mira quaedam suavitas et laetitia superfundi, in tantum ut etiam a seipso deficeret;

    2 donec tandem de peccatis concreta caligo penitus fugaretur, sibique usque ad quadrantem novissimum (cfr. Mat 5,26) remissionis debiti culparum certitudo daretur.

    3 Dehinc supra se raptus et in quadam mirandi luminis claritate totus absorptus est; ubi, dilatato mentis sinu, certificari de iis quae desideraverat meruit, et ex omni natione (cfr. Act 2,5) suorum moltiplicationem luculente prospexit.

    4 Non solum autem haec, sed et alia plura de futuris arcana contemplans, tandem ad se reversus cuncta per ordinem (cfr. Est 15,9) fratribus enarravit,

    5 spirituque nimirum totaliter innovatus (cfr. Ps 50,12), nec de ipsorum nec de sua eos simplicitate diffidere monuit, sed veluti usque ad fines orbis multipliciter dilatandos in Domino confortavit (cfr. Eph 6,10).

    TEXTO TRADUZIDO

    Vida de São Francisco - 18

    18.

    1 Um dia, como se dera à oração com mais devoção que de costume, dando graças (Mt 15,36) pelos benefícios dados pelo Senhor e recordando na amargura de sua alma (Is 38,15) os anos em que vivera mal, apresentou-se tremendo ao Senhor e começou a sentir que de vez em quando derramava-se em sua mente especial suavidade e alegria; tanto que até desmaiou.

    2 Até que a escuridão concreta dos pecados foi toda afastada e teve a certeza da remissão de seu débito até o último centavo (Mt 5,26).

    3 Então foi arrebatado e todo absorvido na claridade de uma luz admirável: com a mente amplificada, mereceu ser certificado sobre o que desejava e viu muito bem que seus filhos se multiplicariam de todas as nações (At 2,5).

    4 Mas não foi só isso. Contemplando muitas outras coisas secretas do futuro, quando voltou a si contou tudo aos irmãos, em ordem (Est 15,9)

    5 e, totalmente renovado no espírito (Sl 50, 12), aconselhou-os a não desesperar de sua simplicidade ou da deles, mas confortou-os no Senhor (Ef 6,10) que, de muitas formas, os haveria de multiplicar até os confins da terra.