LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Vita Sancti Francisci - 20

    20.

    1 Igitur sex illorum binis in diversas regiones ad pacem cum poenitentia nuntiandam divisis, ipse quoque in aliam mundi partem, uno secum retento, secessit.

    2 Sed paternus affectus absentiam novae prolis non sustinens prorogari, coepit ad videndum eos non multo post affici desiderio vehementi.

    3 Quaesivit ergo, ad obtinendum quod concupierat, orationis consuetae refugium; et sic a Domino meruit exaudiri, ut in brevi omnes improvise et mirabiliter congregarentur in unum (cfr. Ioa 11,52).

    4 Quibus taliter adunatis, non mirum si pius pater iucundabatur in filiis.

    5 Congratulabantur quoque filli gaudio patris, mirantesque pariter et laetantes glorificabant unanimiter magnificentiam Salvatoris.

    6 Referebat ille quo ordine desiderium suum Dominus adimpleverat (cfr. Ps 126,5); illi quoque beneficia sibi divinitus impensa narrabant, et humiliter de omnibus semetipsos ingratitudinis arguebant.

    7 Factum est autem post haec ut eidem pusillo gregi (cfr. Luc 12,32) quatuor alii viri idonei iungerentur, et sic duodenarius fratrum numerus impleretur.

    8 Coepit itaque sancti viri suorumque iam latius fama diffundi; sed et quo super peccatorum conversione sine personarum acceptione (cfr. 1Pet 1,17) gaudebant, illorum in Domino quotidie gaudium augmentari.

    TEXTO TRADUZIDO

    Vida de São Francisco - 20

    20.

    1 Portanto, dividindo seis deles dois a dois para anunciar a paz e a penitência em diversas regiões; partiu ele também para outra parte do mundo, retendo um consigo.

    2 Entretanto, não suportando o afeto paterno prolongar a ausência da nova prole, não muito depois começou a sentir um desejo veemente de revê-los.

    3 Para obter o que desejava, procurou então o refúgio da costumeira oração; e assim mereceu ser ou­vido pelo Senhor; de forma que, em breve, improvisa e admira­velmente todos estavam reunidos na unidade (Jo 11,52).

    4 Reunidos dessa maneira, não é de admirar que o pai se ale­grasse nos filhos.

    5 Congratulavam-se também os filhos com o gozo do pai e também alegres glorificavam a magnificência do Salvador.

    6 Ele lhes contou como o Senhor havia realizado o seu desejo (Sl 126,5); e eles também contavam os grandes benefícios divinamente recebidos e humildemente se acusavam de sua ingratidão.

    7 Depois disso, aconteceu que ao pequeno rebanho (Lc 12,32) se uniram outros quatro homens idôneos, e assim o número dos irmãos chegou a doze.

    8 A fama do santo homem e de seus companheiros difundiu-se ainda mais e, como se alegravam pela conversão dos pecadores sem acepção de pessoas (1Pd 1,17), aumentava cada dia também o seu gozo no Senhor.