LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Vita Sancti Francisci - 51

    51. 1 Haec et his similia plura per beati Francisci non solum corporalem praesentiam gesta sunt, verum etiam, si que fortasse vel manu contingeret, erant in eius absentia contra diversas clades salubre remedium. 2 Nam in finibus civitatis Aretii supra modum quaedam mulier gravida torquebatur, eo quod virtutern pariendi (cfr. Is 37,3) parturiens non haberet, ita ut omnino spes de ipsius salute non esset. 3 Accidit autem tunc temporis beatum Franciscum propter infirmitatem corporis et debilitatem ad eremum quamdam in equo fuisse deductum, et eumdem equum reduci a quodam fratre per illum locum. 4 Videntes autem homines loci fratrem, ipsum esse beatum Franciscum sperabant, quem qui iam aliunde transierat, illac transiturum audierant. 5 Cumque non sine gravi dolore comperissent ipsum non esse, non tamen adhuc penitus desperantes, coeperunt rem aliquam a sancti viri manibus attrectatam diligenter inquirere. 6 Invenientes autem freni habenas, quas manu vir Dei tenuerat, ipsum frenum ab equi ore velociter extrahebant, ponentes id super mulierem quem periclitari videbant;7 factumque est ut statim illa cum gaudio pareret et ultra periculum penitus non sentiret.

    TEXTO TRADUZIDO

    Vida de São Francisco - 51

    51. 1 Estas e muitas outras coisas semelhantes aconteceram não só pela presença corporal do bem-aventurado Francisco, mas até coisas em que ele tinha apenas tocado com a mão eram remédio salutar contra diversas desgraças mesmo na sua ausência. 2 Na região da cidade de Arezzo, uma mulher grávida não tinha força para dar à luz (Is 37,3), sofria terrivelmente e já não havia esperança alguma de que pudesse se salvar. 3 Mas aconteceu, nessa ocasião, que o bem-aventurado Francisco tinha sido levado a cavalo para um eremitério por causa de sua enfermidade e fraqueza, e um frade estava levando o cavalo de volta por aquele lugar. 4 Vendo o frade, as pessoas do lugar supuseram que fosse o próprio bem-aventurado Francisco, por­que, tendo ouvido que ele passara, pensavam que estivesse re­gressando. 5 Com muita dor descobriram que não era ele; mas de modo algum desesperaram; antes, começaram a procurar com atenção alguma coisa que pudesse ter sido tocada pelas mãos do santo. 6Encontraram as rédeas dos arreios, que a mão do homem de Deus tinham segurado. Tiraram logo até o freio da boca do cavalo, para colocá-lo sobre a mulher que viam em perigo. 7 Aconteceu que ela deu à luz na mesma hora e daí em diante não sofreu mais o perigo.