LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Legenda dos Três Companheiros

TEXTO ORIGINAL

Legenda Trium Sociorum - 34

34. 
1 Qui vero eos audiebant dicebant: “Qui sunt isti? et quae sunt haec verba quae dicunt?”. 
2 Erat enim tunc amor et timor Dei quasi ubique extinctus et via poenitentiae penitus nesciebatur, immo stultitia reputabatur. 
3 Nam intantum praevaluerat carnis illecebra, mundi cupiditas et superbia vitae (cfr. 1Ioa 2,16) quod totus mundus in his tribus malignitatibus positus videbatur. 
4 Erat igitur de his viris evangelicis diversa opinio. 
5 Alii enim dicebant eos stultos vel ebrios, alii autem asserebant quod talia verba non ex stultitia procedebant. 
6 Unus vero de audientibus dixit: “Aut propter summam perfectionem Domino adhaeserunt, aut certe insani sunt, quia desperata videtur vita eorum, cum parco cibo utantur et nudis pedibus ambulent atque vilissimis vestibus sint induti”. 
7 Inter haec tamen, licet quidam timorem incurrerent visa forma sanctae conversationis eorum, non eos adhuc aliqui sequebantur, sed mulieres iuvenculae videntes eos a longe fugiendo pavebant ne forte stultitia et insania ducerentur. 
8 Cumque circuissent illam provinciam redierunt ad dictum locum Sanctae Mariae.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda dos Três Companheiros - 34

34. 
1 Mas os que os ouviam diziam: -- “Quem são eles? E que significam as palavras que dizem?” 
2 De fato, naquele tempo, estavam quase extintos o amor e o temor a Deus, o caminho da penitência era absolutamente ignorado e até tido como bobagem. 
3 A sedução da carne, a cobiça do mundo e a soberba da vida haviam dominado tanto, que o mundo inteiro parecia colocado nesses três males. 
4 Havia, portanto, opiniões bem variadas sobre esses homens evangélicos. 
5 Uns diziam que eram estultos e beberrões, outros afirmavam que suas palavras não procediam de estultice. 
6 Um dos ouvintes disse: -- “Ou eles, por amor da suma perfeição, aderiram a Deus, ou com certeza são loucos, porque suas vidas parecem sem esperança, usam pouco alimento, andam descalços e se vestem com roupas miseráveis”. 
7 Mas, no meio disso tudo, embora alguns ficassem com medo vendo a forma de seu santo comportamento, ainda não havia alguns que os seguissem, mas as moças, quando os viam de longe, fugiam de medo de serem, por acaso, levadas pela estultície e insanidade. 
8 Quando percorreram aquela província, voltaram ao dito lugar de Santa Maria.