LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Legenda Trium Sociorum - 36

    Caput X - Qualiter praedixit sex sociis suis omnia quse ventura erant illis euntibus per mundum, exhortans eos ad patientiam.

    36. 
    1 Sanctus autem Franciscus, cum iam plenus esset gratia Spiritus sancti (cfr. Act 6,5.8), convocans ad se dictos sex fratres praedixit illis quae ventura erant. 
    2 “Consideremus, inquit, fratres carissimi vocationem nostram qua misericorditer vocavit nos Deus, non tantum pro nostra sed pro multorum salute, ut eamus per mundum exhortando omnes plus exemplo quam verbo ad agendam poenitentiam de peccatis suis et habendam memoriam mandatorum Dei. 
    3 Nolite timere quia pusilli (cfr. Luc 12,32) et insipientes videmini, sed secure annuntiate simpliciter poenitentiam, confidentes in Domino qui vicit mundum (cfr. Ioa 16,33) quod spiritu suo loquitur per vos et in vobis (cfr. Mat 10,20) ad exhortandum omnes ut convertantur ad ipsum et eius mandata observent. 
    4 “Invenietis autem quosdam homines fideles, mansuetos et benignos, qui cum gaudio vos et verba vestra recipient, aliosque plures, infideles, superbos et blasphemos (cfr. 2Timm 3,2), qui exprobrantes resistent vobis et his quae dicetis. 
    5 Ponite ergo in cordibus vestris patienter et humiliter omnia tolerare”. 
    6 Cumque fratres haec audissent, timere coeperunt. 
    7 Ad quos sanctus ait: “Nolite timere quoniam non post multum tempus venient ad nos multi sapientes et nobiles (cfr. 1Cor 1,26), eruntque nobiscum praedicantes regibus et principibus et populis multis. 
    8 Multi vero convertentur ad Dominum qui per universum mundum multiplicabit suam familiam et augebit”.

    TEXTO TRADUZIDO

    Legenda dos Três Companheiros - 36

    Capítulo 10 – Como predisse a seus seis companheiros o que aconteceria quando fossem pelo mundo, exortando-os à paciência.

    36. 
    1 Já repleto da graça do Espírito Santo, São Francisco chamou a si os referidos seis irmãos e lhes predisse o que haveria de acontecer. 
    2 “Consideremos, irmãos caríssimos, a nossa vocação, pela qual Deus nos chamou com misericórdia, não só para a nossa salvação, mas para a de muitos, a fim de irmos pelo mundo, exortando a todos, mais com o exemplo que com a palavra, a fazer penitência de seus pecados e lembrar-se dos mandamentos de Deus. 
    3 Não tenhais medo por parecerdes poucos e ignorantes, mas com firmeza e simplicidade anunciai a penitência, confiando no Senhor, que venceu o mundo, porque por seu Espírito falará por meio de vós e em vós para exortar a todos que se convertam a Ele e observem seus mandamentos. 
    4 “Encontrareis alguns homens fiéis, mansos e bondosos, que com alegria receberão a vós e as vossas palavras, e muitos outros sem fé, soberbos e blasfemos, que, injuriando-vos, resistirão a vós e a tudo aquilo que disserdes. 
    5 Ponde, pois, em vossos corações tolerar tudo com paciência e humildade”. 
    6 Ouvindo isso, os frades começaram a ter medo. 
    7 Disse-lhes o santo: “Não temais, porque não passará muito tempo e virá a nós um grande número de sábios e nobres, que ficarão conosco pregando aos reis e aos príncipes e a incontáveis povos. 
    8 Muitos converter-se-ão ao Senhor, e pelo mundo inteiro multiplicará e aumentará a sua família”.