LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Legenda dos Três Companheiros

TEXTO ORIGINAL

Legenda Trium Sociorum - 39

39. 
1 Et mane facto ivit illa mulier ad eamdem ecclesiam, et videns ibidem fratres illos in oratione devote persistere, dixit intra se: “Si homines isti essent ribaldi et fures, ut vir meus dicebat, non sic in oratione persisterent reverenter”. 
2 Cumque haec cogitaret, ecce vir quidam, Guido nomine, pauperibus in ipsa ecclesia manentibus eleemosynam tribuebat. 
3 Qui cum venisset ad fratres et vellet dare cuilibet eorum pecuniam sicut dabat aliis, recusaverunt illi pecuniam et accipere noluerunt. 
4 At ille dixit eis: “Quare vos, cum sitis pauperes, non accipitis denarios sicut alii?”. 
5 Respondit frater Bernardus: “Verum est quod pauperes sumus, sed nobis non est ita gravis paupertas sicut aliis pauperibus: nam per Dei gratiam, cuius consilium implevimus, voluntarie pauperes facti sumus”. 
6 Admirans vir ille super his et interrogans eos si unquam aliquid possedissent, audivit ab eis quod multa possederant, sed amore Dei omnia pauperibus dederant. 
7 Hic namque qui sic respondit fuit ille frater Bernardus, a beato Francisco secundus, quem sanctissimum patrem hodie veraciter credimus. 
8 Qui primo pacis et poenitentiae legationem amplectens post sanctum Dei cucurrit, venditis omnibus quae habebat et erogatis pauperibus (cfr. Luc 18,22) secundum perfectionis evangelicae consilium, perseverans usque in finem in sanctissima paupertate. 
9 Considerans ergo dicta mulier quod fratres denarios noluissent, accedens ad eos dixit quod libenter eos reciperet intra domum suam si vellent illuc accedere gratia hospitandi.
10 Cui fratres humiliter re-sponderunt: “Dominus tibi retribuat (cfr. 2Re 2,6) pro bona voluntate”. 
11 Praedictus autem vir, audiens quod fratres non potuetant invenisse hospitium, duxit eos in domum suam dicens: “Ecce hospitium vobis a Domino praeparatum. Manete in eo secundum beneplacitum vestrum”. 
12 At illi, gratias Deo agentes, manserunt apud illum diebus aliquot, aedificando eum tam exemplo quam verbo in timore Domini, ita quod postea multa pauperibus erogavit.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda dos Três Companheiros - 39

39. 
1 Na mesma manhã, aquela mulher foi por acaso à igreja e vendo ali aqueles irmãos persistindo tão devotamente na oração, pensou consigo: -- “Se esses homens fossem vagabundos e ladrões, como meu marido disse, não ficariam assim aqui rezando reverentemente”. 
2 Enquanto pensava isso, um homem, chamado Guido, distribuía esmola aos pobres que permaneciam naquela igreja. 
3 Quando chegou aos frades e quis dar a cada um uma moeda, como dava aos outros, eles se recusaram e não quiseram receber o dinheiro. 
4 Ele lhes disse: -- “Por que vós, sendo pobres, não recebeis dinheiro como os outros?” 
5 Respondeu Frei Bernardo: -- “É verdade que somos pobres, mas para nós a pobreza não pesa tanto como para os outros pobres, pois por graça de Deus, cujo desígnio estamos cumprindo, nos fizemos pobres voluntariamente”. 
6 O homem ficou admirado do que ouvia e perguntou-lhes se já tinham possuído algo. Responderam-lhe que haviam possuído muitas coisas, mas por amor de Deus tinham dado tudo aos pobres. 
7 Esse que assim respondeu foi aquele Frei Bernardo, segundo depois do bem-aventurado Francisco, que hoje acreditamos ser um pai santíssimo. 
8 Foi o primeiro que abraçou a delegação da paz e da penitência e correu atrás do santo de Deus, tendo vendido tudo que tinha e dado aos pobres segundo o conselho da perfeição evangélica, e perseverando até o fim na santíssima pobreza. 
9 A referida mulher, vendo que os irmãos não haviam aceito o dinheiro, aproximando-se disse-lhes que de boa vontade os receberia em sua casa, se quisessem ir lá para se hospedar. 
10 Os irmãos humildemente responderam: “Deus te recompense pela boa vontade”. 
11 Mas o referido varão, ouvindo que os irmãos não haviam podido encontrar hospedagem, levou-os para sua casa, dizendo: -- “Eis a hospedagem preparada por Deus para vós. Ficai aqui conforme vos aprouver”. 
12 Mas eles, dando graças a Deus, permaneceram junto dele alguns dias, edificando-o por seu exemplo e palavra, no temor de Deus, de maneira que, depois, ele deu muitas esmolas aos pobres.