LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Legenda dos Três Companheiros

TEXTO ORIGINAL

Legenda Trium Sociorum - 60

60. 
1 Quando vero apud sacerdotes hospitari non poterant, quaerebant magis spirituales et Deum timentes apud quos possent honestius hospitari, donec per singulas civitates et castra quae fratres visitare volebant, Dominus inspiravit aliquibus Deum timentibus ut illis pararent hospitia, quousque pro ipsis aedificata sunt loca in urbibus et in castris. 
2 Dedit autem illis Dominus verbum et spiritum secundum temporis opportunitatem ad proferendum verba acutissima penetrantia corda iuvenum atque senum, qui relinquentes patrem et matrem (cfr. Mat 19,29) et omnia quae habebant sequebantur fratres, eorum religionis habitum assumendo. 
3 Vere tunc separationis gladius missus est in terram (cfr. Mat 10,34), dum iuvenes veniebant ad religionem dimittentes parentes suos in faecibus peccatorum. 
4 Illos tamen quos recipiebant ad ordinem ducebant ad beatum Franciscum suscepturos ab eo religionis habitum humiliter et devote. 
5 Non solum autem viri sic convertebantur ad ordinem, sed etiam multae virgines et viduae, ad eorum praedicationem compunctae, secundum ipsorum consilium per civitates et castra monasterüs ordinatis recludebant se ad poenitentiam faciendam. 
6 Quibus unus ex fratribus constitutus fuit visitator et corrector earum. 
7 Similiter et viri uxorati et mulieres maritatae, a lege matrimonii discedere non valentes, de fratrum salubri concilio se in domibus propriis arctiori poenitentiae committebant. 
8 Et sic per beatum Franciscum, sanctae Trinitatis cultorem perfectum, Dei Ecclesia in tribus ordinibus renovatur sicut trium ecclesiarum praecedens reparatio figuravit. 
9 Quorum ordinum quilibet tempore suo fuit a summo pontifice confirmatus.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda dos Três Companheiros - 60

60. 
1 Quando não conseguiam hospedagem junto aos sacerdotes, buscavam os homens mais religiosos e tementes a Deus, com os quais encontrassem alojamento mais conveniente, até que o Senhor inspirasse algumas pessoas tementes a Deus que lhes preparassem hospedagem em cada cidade e aldeia que pretendessem visitar, isso até o tempo em que se construíram lugares para eles nas cidades e aldeias. 
2 O Senhor lhes deu oportunamente palavra e espírito para proferir palavras agudíssimas que penetravam os corações dos jovens e dos velhos, que, deixando pai e mãe e tudo que tinham, seguiam os frades, assumindo o hábito de sua religião. 
3 Na verdade a espada da separação foi então enviada à terra, fazendo os jovens acorrer à religião, abandonando seus parentes entre as fezes dos pecados. 
4 Conduziam os que haviam admitido à Ordem ao bem-aventurado Francisco, de quem recebiam o hábito religioso, com humildade e devoção. 
5 Mas não eram somente os homens que se convertiam assim à Ordem; também muitas virgens e viúvas, compungidas pelas suas pregações e seguindo seu conselho, enclausuravam-se nos mosteiros espalhados pelas cidades e aldeias para fazer penitência. 
6 E constituiu-se para elas um dos irmãos como visitador e corretor. 
7 Da mesma forma, homens e mulheres casados, não podendo abandonar a lei do matrimônio, entregavam-se, pelo salutar conselho dos irmãos, a uma penitência mais rigorosa em suas próprias casas. 
8 E assim, por meio do bem-aventurado Francisco, adorador perfeito da Santíssima Trindade, a Igreja de Deus foi renovada com três Ordens, conforme prefigurava a reforma das três igrejas. 
9 E cada uma destas Ordens, em seu devido tempo, foi confirmada pelo Sumo Pontífice.