LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Anonimo Perusino - 42

    Caput X ‑ Quando cardinales benevoli effecti erga fratres consulere eis et auxilium praestare coeperunt.

    42

    1 Venerabilis autem pater dominus Ioannes de Sancto Paulo cardinalis, qui beato Francisco consilium et protectionem frequentius impendebat, merita et actus beati Francisci et omnium fratrum eius omnibus aliis Cardinalibus commendabat. 2 His auditis commota sunt viscera eorum (cfr.  3Re 3,26) ad diligendos fratres, et unusquisque desiderabat ex fratribus in sua curia habere, non pro servitio aliquo recipiendo ab eis, sed propter devotionem et amorem quem habebant plurimum erga fratres.

    3 Quadam autem die cum venisset beatus Franciscus ad curiam, petierunt ab eo de fratribus singuli Cardinales; at ille benigne concessit eis secundum voluntatem eorum.

    4 Defunctus est autem praedictus dominus Ioannes et requievit in pace, qui pauperes sanctos dilexit.

    TEXTO TRADUZIDO

    Anônimo Perusino - 42

    CAPITULO 10 – Quando os cardeais, que se tornaram benévolos para com os frades, começaram a aconselhá-los e ajudá-los.

    42

    1 O venerável pai, Cardeal Dom João de São Paulo, que muito freqüentemente dava conselho e apoio a Francisco, recomendava, diante dos outros cardeais, os méritos e a atividade de Francisco e de todos os seus irmãos. 2 Ouvindo isso, comoveram-se as suas entranhas para querer bem aos frades, e cada um desejava ter alguns frades em sua cúria, não para receber algum serviço deles, mas por devoção e pelo grande amor que tinham para com os frades.

    3 Certa dia, quando o bem-aventurado Francisco chegou à Cúria, cada um dos cardeais pediu-lhe frades; e ele os concedeu bondosamente, de acordo com a sua vontade.

    4 Mas o sobredito Dom João, que amava os santos pobres, morreu e descansou em paz