LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Primeira Vida (1Cel)

TEXTO ORIGINAL

Prima Vita (1Cel) - Prologus 2

2. 
1 In tribus quoque opusculis divisi omnia, quae de ipso beato viro colligere potui, per singula capitula universa distinguens, ne varietas temporum rerum gestarum confunderet ordinem et in dubium adduceret veritatem.
2 Primum itaque opus historiae ordinem servat ac puritati beatae conversationis et vitae suae, sanctisque moribus et salutaribus documentis eius potissimum dedicatur. 
3 In quo etiam miracula pauca de multis, quae, ipso vivente in carne, Dominus Deus noster per eum operari dignatus est, inseruntur. 
4 Secundum autem opus a paenultimo vitae suae anno usque ad felicem ipsius obitum gesta narrat; 
5 tertium vero miracula multa continet et plura tacet, quae cum Christo regnans in caelis, gloriosissimus Sanctus operatur in terris. 
6 Reverentiam quoque refert, honorem, laudem et gloriam, quam ei felix papa Gregorius et cum eo universi sanctae Romanae Ecclesiae cardinales devotissime persolverunt, eum in sanctorum catalogo conscribentes. 
7 Gratias omnipotenti Deo, qui semper in sanctis suis admirabilem et amabilem se os-tendit. 
Explicit prologus.

TEXTO TRADUZIDO

Primeira Vida (1Cel) - Prólogo 2

2. 
1 Dividi também em três pequenos livros tudo que consegui ajuntar sobre o santo homem, distribuindo a matéria em capítulos, para que a mudança dos tempos não confundisse a ordem dos fatos e não pusesse a verdade em dúvida. 
2 O primeiro livro segue, portanto, a ordem cronológica, é dedicado principalmente à pureza de seu comportamento e de sua vida, aos seus santos costumes e edificantes exemplos. 
3 Aí foram colocados só alguns dos muitos milagres que o Senhor Deus se dignou operar por meio dele enquanto viveu na carne. 
4 O segundo livro conta os acontecimentos desde o penúltimo ano de sua vida até sua morte bendita. 
5 O terceiro contém uma porção de milagres - e omite vários outros - que o gloriosíssimo santo tem operado na terra agora que está reinando com Cristo nos céus.
6 Também fala da devoção, da honra, do louvor e da glória que lhe tributaram o feliz Papa Gregório, e com ele todos os cardeais da santa Igreja Romana, devotissimamente, quando o canonizaram. 
7 Graças a Deus onipotente, que sempre se mostra admirável e bondoso em seus santos. 
Fim do prólogo