LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Prima Vita (1Cel) - 20

    20. 
    1 Quinto vero sic abstinentiae ac taciturnitatis adeptae sunt gratiam singularem, ut ad cohibendum carnalem motum et frenandam linguam vim minime patiantur; cum et quaedam ipsarum ita sint a collocutionibus dissuetae, ut cum necessitas exigit eas loqui, vix verba formare, prout expedit, recordentur. 
    2 Sexto quippe in his omnibus virtute patientiae tam mirabiliter adornantur, ut nulla tribulationum adversitas vel molestiarum iniuria ipsarum frangat animum vel immutet. 
    3 Septimo denique contemplationis summam taliter meruerunt, ut in ea discant omne quod agendum eis seu vitandum sit, et feliciter noverint mente Deo (cfr. 2Cor 5,13) excedere, nocte ac die divinis laudibus et orationibus insistentes. 
    4 Dignetur aeternus Deus gratia sua sancta tam sanctum principium exitu concludere santiore. 
    5 Et haec ad praesentes de virginibus Deo dicatis et devotissimis ancillis Christi dicta sufficiant, cum ipsarum vita mirifica et institutio gloriosa, quam a domino papa Gregorio, tunc temporis Ostiensi episcopo, susceperunt, proprium opus requirat et otium.

    TEXTO TRADUZIDO

    Primeira Vida (1Cel) - 20

    20. 
    1 Em quinto lugar, adquiriram a graça especial da mortificação e do silêncio, a ponto de não precisarem esforçar-se para coibir os sentidos e refrear a língua. Algumas delas já se desacostumaram tanto de falar que, quando precisam, mal conseguem expressar-se de maneira correta. 
    2 Em sexto lugar, em tudo são adornadas pela virtude da paciência, de modo que nenhuma adversidade ou moléstia chega a perturbá-las ou alterá-las. 
    3 Afinal, em sétimo lugar, chegaram a tal nível de contemplação, que nela aprendem tudo o que devem fazer ou deixar de fazer e têm a felicidade de saber deixar-se elevar para Deus, dedicando a noite e o dia aos louvores divinos e à oração. 
    4 Digne-se o eterno Deus, com sua santa graça, dar conclusão ainda mais santa a esse santo começo. 
    5 Baste por enquanto isso que dissemos sobre as virgens consagradas ao Senhor, devotas servas de Cristo, pois sua vida admirável e a gloriosa instituição que receberam do Papa Gregório, quando ainda era bispo de Óstia, pedem um tempo especial e uma obra à parte.