LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Prima Vita (1Cel) - 66

    66. 
    1 Quodam vero tempore cum Narnium venisset vir Dei (cfr. 1Re 9,6.10) Franciscus et ibidem diebus pluribus moraretur, vir quidam eiusdem civitatis, nomine Petrus, paralyticus in lecto (cfr. Mat 9,2) iacebat. 
    2 Qui per quinque mensium spatium ita fuit omnium membrorum officio destitutus, quod nullo modo poterat surgere, nec aliquatenus se movere; et sic pedum, manuum ac capitis totaliter auxilio perdito, solam linguam movere valebat et oculos aperire. 
    3 Audiens vero, quod sanctus Franciscus Narnium advenisset, transmisit nuntium ad episcopum civitatis, ut, divinae pietatis intuitu, servum Dei Altissimi (cfr. Luc 8,28) ad ipsum mittere dignaretur, confidens ab infirmitate qua tenebatur, ex eius visione ac praesentia liberari. 
    4 Sic utique factum est, ut cum beatus Franciscus accessisset ad eum, signum crucis a capite usque ad pedes faciens super eum, statim, omni fugato morbo, eum pristinae restitueret sanitati (cfr. Mat 12,13).

    TEXTO TRADUZIDO

    Primeira Vida (1Cel) - 66

    66. 
    1 Numa ocasião em que o homem de Deus, Francisco, esteve em Narni e ali passou alguns dias, um homem da cidade, chamado Pedro, estava de cama, paralítico. 
    2 Tinha estado assim durante cinco meses, sem poder usar membro nenhum, sem poder levantar-se e nem mesmo se mover. Tendo perdido todo uso dos pés, das mãos e da cabeça, só conseguia mexer a língua e abrir os olhos. 
    3 Mas, sabendo que São Francisco estava em Narni, mandou recado ao bispo da cidade pedindo que por amor de Deus mandasse o servo do Altíssimo, convencido de só a vista e a presença do santo bastariam para libertá-lo da doença que o prendia. 
    4 Foi o que aconteceu. Quando São Francisco chegou e lhe fez um sinal da cruz da cabeça aos pés, a doença desapareceu instantaneamente e ele recobrou a saúde perdida.