LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Primeira Vida (1Cel)

TEXTO ORIGINAL

Prima Vita (1Cel) - 141

141. 

1 Mulier quaedam per plures annos in lecto infirmitatis suae decubans, nec se aliquo modo valens volvere vel movere, vovit se Deo et beato Francisco, et ab omni liberata aegritudine, adimplevit necessaria officia vitae suae. 
2 In civitate Narniensi mulier quaedam erat, quae per octo annos manum sic habuit desiccatam, quod nihil cum ea poterat operari. 
3 Tandem beatissimus pater Franciscus per visionem (cfr. Act 18,9) apparuit ei, et manum eius extendens in laboritio alteri adaequavit. 
4 Iuvenis quidam, in eadem civitate, per decem annos gravissima infirmitate detentus, totus erat tumidus effectus, ita quod nulla ei prodesse poterat medicina. 
5 Qui meritis beati Francisci, voto a matre sua emisso, statim recepit commodum sanitatis. 
6 Erat in civitate Fanensi quidam hydropisis morbo detentus, cuius membra erant horribiliter tumefacta. 
7 Qui per beatum Franciscum ab eadem infirmitate plene meruit liberari. 
8 Civis quidam de Tuderto in tantum gutta arthritica gravabatur, quod nec sedere poterat, nec quiescere ullo modo. 
9 Tantum ei dictae passionis vehementia frigus praestabat continuum, quod totus ad nihilum redigi videbatur. 
10 Vocavit medicos, multiplicavit balnea, medicinas adhibuit multas, nec tamen ullo potuit horum remedio sublevari. 
11 Die vero quadam, quodam sacerdote praesente, votum emisit ut sanctus Franciscus pristinam ei redderet sanitatem. 
12 Sicque precibus ad ipsum sanctum fusis, mox se conspexit pristinae redditum sanitati.

TEXTO TRADUZIDO

Primeira Vida (1Cel) - 141

141. 

1 Uma mulher que estava de cama havia muitos anos, sem poder mexer-se ou se virar, consagrou-se a Deus e a São Francisco. Ficou livre de toda doença e voltou a dar conta de seus afazeres. 
2 Em Narni, havia uma mulher que tinha uma das mãos ressequida havia oito anos, e nada podia fazer com ela. 
3 Afinal, nosso pai São Francisco apareceu-lhe numa visão, e lhe curou a mão, deixando-a tão boa quanto a outra para o trabalho. 
4 Um moço da mesma cidade estava doente havia dez anos, todo inchado, sem encontrar remédio que lhe servisse. 
5 Pelos méritos de São Francisco, por um voto feito por sua mãe, obteve imediatamente a recuperação da saúde. 
6 Em Fano, havia um hidrópico com os membros horrivelmente inchados. 
7 Pelos méritos de São Francisco, conseguiu ficar inteiramente livre da doença. 
8 Um cidadão de Todi estava tão atacado de gota artrítica que não podia sentar-se nem descansar de maneira alguma. 
9 Esse mal lhe causava tamanhos calafrios que já parecia liquidado. 
10 Consultou médicos, tomou todo tipo de banhos e remédios, mas não conseguiu nenhum alívio. 
11 Um dia, na presença de um sacerdote, fez um voto para que São Francisco lhe restituisse a antiga saúde. 
12 Foi só fazer as orações ao santo e logo se viu são como antigamente.