LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Legenda Maior - I,4


    1 Ex tunc a publicae negotiationis tumultu se subtrahens, supernam devote precabatur clementiam, ut, quid sibi fores agendum, ostendere dignaretur. 
    2 Cum autem ex frequenti orationis usu flamma desiderii caelestis in eo vehementer succresceret, et iam pro amore supernae patriae terrena omnia despiceret quasi nihil (cfr. Cant 8,7), thesaurum sentiebat se reperisse absconditum, 
    3 ac velut prudens negotiator margaritam inventam excogitabat venditis omnibus (cfr. Mat 13,44-46) comparare. 
    4 Adhuc tamen, qualiter id ageret, ignorabat, nisi quia ipsius suggerebatur spiritui, quod spiritualis mercatio a mundi contemptu sumat initium, Christique militia sit a sui ipsius victoria inchoanda.

    TEXTO TRADUZIDO

    Legenda Maior - I,4


    1 A partir daí, afastando-se do tumulto da negociação pública, suplicava devotamente a clemência superna para que se dignasse mostrar-lhe o que teria que fazer. 
    2 Mas como, pelo uso freqüente da oração, a chama do desejo celeste cresceu nele veementemente, e já por amor da pátria superna desprezava como nada todas as coisas terrenas, sentia que tinha encontrado um tesouro escondido. 
    3 Mas como um negociante prudente pensava em comprar a pérola descoberta vendendo tudo. 
    4 Mas ainda não sabia como ia fazer isso: só o que lhe era sugerido pelo espírito: que uma mercadoria espiritual começa com o desprezo do mundo, e que a milícia de Cristo tem que começar com a vitória de si mesmo.