LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • São Boaventura
  • Legenda Maior

TEXTO ORIGINAL

Legenda Maior - IV,5


1 Post haec pusilli gregis (cfr. Luc 12,32) pastor Franciscus ad Sanctam Mariam de Portiuncula duodenarium illum fratrum, superna gratia praecunte, deduxit, ut ubi meritis Matris Dei Minorum sumpserat Ordo initium, ipsius illic susciperet auxiliis incrementum. 
2 Ibi quoque 
factus evangelicus praeco, civitates circuibat et (cfr. Mat 9,35) castra, non in doctis humanae sapientiae verbis, sed in virtute Spiritus annuntians regnum Dei (cfr. 1Cor 2,4.13; Luc 9,60). 
3 Videbatur intuentibus homo alterius saeculi, quippe qui mente ac facie in caelum semper intentus, omnes sursum trahere conaretur. 
4 Coepit ex hoc Christi vinea germinare germen odoris Domini, et productis ex se floribus suavitatis, honoris et honestatis, uberes fructus (cfr. Sir 24,23) afferre.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda Maior - IV,5


1 Depois disso, Francisco, pastor daquele pequeno rebanho, precedido pela graça superna, levou os doze frades para Santa Maria da Porciúncula, para que, onde pelos méritos da Mãe de Deus tivera início a ordem dos Menores, ali recebesse um aumento por seus auxílios. 
2 Também aí tornou-se um pregoeiro do Evangelho, percorrendo as cidades e os castros, anunciando o reino de Deus não com palavras doutas da sabedoria humana mas na virtude do Espírito. 
3 Para os que o viam parecia um homem de outro mundo, pois com a mente e o rosto sempre voltados para o céu, esforçava-se por arrastar todos para cima. 
4 A partir daí, a vinha de Cristo começou a germinar com brotos do odor do Senhor e, tendo produzido flores de suavidade, honra e honestidade, produziu frutos ubérrimos.