LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • São Boaventura
  • Legenda Maior

TEXTO ORIGINAL

Legenda Maior - XIII,2

2 
1 Immissum est igitur menti eius per divinum oraculum, quod in apertione libri evangelici revelaretur ei a Christo, quid Deo in ipso et de ipso maxime foret acceptum. 
2 Oratione itaque cum multa devotione praemissa, sacrum Evangeliorum librum de altari sumptum in sanctae Trinitatis nomine aperiri fecit per socium, virum utique Deo devotum et sanctum. 
3 Sane cum in trina libri apertione Domini passio semper occurreret, intellexit vir Deo plenus, quod sicut Christum fuerat imitatus in actibus vitae, sic conformis ei esse deberet in afflictionibus et doloribus passionis, antequam ex hoc mundo transiret (cfr. Ioa 13,1). 
4 Et licet propter multam austeritatem vitae praeteritae crucisque dominicae baiulationem continuam imbecillis esset iam corpore, nequaquam est territus, sed ad martyrii sustinentiam vigorosius animatus. 
5 Excreverat quidem in eo insuperabile amoris incendium boni Iesu in lampades ignis atque flammarum, ut aquae multue caritatem eius tam validam exstinguere non (cfr. Cant 8,6-7) valerent.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda Maior - XIII,2

2 
1 Pois foi derramado em sua mente por um oráculo divino que, ao abrir o livro evangélico, ser-lhe-ia revelado por Cristo o que nele e a partir dele era mais aceito a Deus. 
2 Tendo, pois, orado muito, tomou do altar o sagrado livro dos Evangelhos, e o fez abrir em nome da Santíssima Trindade pelo companheiro, homem devotado a Deus e santo. 
3 E como nas três vezes em que abriu sempre caiu na Paixão do Senhor, o homem cheio de Deus entendeu que, como tinha imitado Cristo nos atos de sua vida, assim deveria conformar-se a Ele nas aflições e dores da paixão, antes de passar deste mundo. 
4 E, ainda que por causa da demasiada austeridade de sua vida passada já estivesse incapaz de carregar corporalmente a cruz do Senhor continuamente, não se assustou, absolutamente, mas se animou a submeter-se ao martírio. 
5 Pois se levantara de tal modo nele um insuperável incêndio de amor pelo bom Jesus em lâmpadas de fogo e chamas, que as torrentes de água não poderiam apagar sua tão válida caridade.