LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • São Boaventura
  • Legenda Maior

TEXTO ORIGINAL

Legenda Maior - XV,8

8 
1 Anno vero Domini millesimo ducentesimo trigesimo convenientibus fratribus ad Capitulum generale Assisii celebratum, ad basilicam in honorem ipsius constructam corpus illud Domino dedicatum octavo kalendas Iunii translatum est. 
2 Dum autem ille sacer transportaretur thesaurus, bulla Regis altissimi consignatus, miracula plurima, ille cuius effigiem praeferebat, operari dignatus est, ut per odorem ipsius salvificum affectus traheretur fidelium ad currendum (cfr. Cant 1,3) post Christum. 
3 Erat re vera condignum, ut quem Deus in vita sibi placentem et dilectum effectum in paradisum per contemplationis gratiam transtulerat ut Henoch, 
4 et ad caelum in curru igneo (cfr. 4Re 2,11) per caritatis zelum rapuerat ut Eliam, 
5 eius iam vernantis inter flores illos caelicos plantationis aeternae ossa illa felicia de foco suo (cfr. Sir 50,8; 46,14) pullulatione mirifica redolerent.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda Maior - XV,8

8 
1 No ano 1230 do Senhor, reunindo-se os frades para o capítulo geral, celebrado em Assis, aquele corpo dedicado ao Senhor foi transladado, no oitavo dia das kalendas de junho, para a basílica construída em sua honra. 
2 E enquanto era transportado aquele sagrado tesouro, selado pela bula do Rei altíssimo, Aquele cuja efígie ostentava dignou-se operar muitos milagres, para que, por seu odor, os fiéis se sentissem atraídos a correr atrás de Cristo. 
3 De fato era bem justo que a quem Deus tinha feito em vida aceito e amado, levasse-o para o paraíso pela contemplação como Enoque, 
4 e arrebatara aos céus num carro de fogo como Elias, pelo zelo da caridade, 
5 e aqueles felizes ossos daquele que já germinava entre as flores da celeste plantação exalassem um aroma admirável a partir de seu sepulcro.