LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Legenda Maior - Miraculis II,7

    7
    1 Iuvenis quidam, Gerlandinus nomine, de Ragusia oriundus, vindemiarum tempore ad vineas exiens, cum in vase vinario, ut utres impleret, sub torculari se mitteret, repente praegrandes lapides, motis in se lignorum struibus, caput ipsius letali percussione quassarunt. 
    2 Festinavit continuo pater ad filium et desperans obrutum non adiuvit, sed eum sub onere, sicut corruit, sic reliquit. 
    3 Accurrerunt expeditius vinitores magni clamoris vocem lugubrem audientes multoque cum patre pueri dolore completi, extraxerunt iuvenem iam mortuum a ruina. 
    4 Pater vero ipsius, Iesu pedibus provolutus, humiliter precabatur, ut filium suum unicum per sancti Francisci merita, cuius tunc imminebat solemnitas, sibi reddere dignaretur. 
    5 Ingeminabat preces, vovebat officia pietatis, et sancti viri corpus se visitaturum cum filio, si suscitaretur a mortuis, promittebat. 
    6 Mirum certe! Continuo puer, qui toto fuerat corpore conquassatus, restitutus vitae et integrae sospitati, gaudens coram omnibus exsurrexit, plangentes obiurgans et sancti Francisci suffragiis vitae se redditum asseverans.

    TEXTO TRADUZIDO

    Legenda Maior - Milagres II,7

    7 
    1 Um moço chamado Gerlandino, oriundo de Ragusa, tinha saído para as vinhas no tempo da vindima. Como se colocou embaixo do lagar, no tonel, para encher os odres, de repente cederam as armações de madeira e enormes pedras esmagaram sua cabeça com uma pancada mortal. 
    2 O pai correu imediatamente para o filho mas, perdida a esperança, não ajudou mas deixou-o sob o peso, como tinha caído. 
    3 Acorreram mais depressa os vinhateiros que ouviram a voz lúgubre de clamor, e compadecidos também com o pai do rapaz, tiraram o jovem já morto da ruína. 
    4 Mas seu pai, jogando-se aos pés de Jesus, orava humildemente que, pelos méritos de São Francisco, cuja festa já estava tão perto, se dignasse devolver-lhe seu filho único. 
    5 Gemia preces, fazia votos de ofícios de piedade e prometeu que iria com o filho visitar o corpo do santo homem, se o ressuscitasse dos mortos. 
    6 Certamente admirável! Logo em seguida o rapaz, que tivera todo o corpo esmagado, foi restituído à vida e à saúde, levantou-se alegre no meio de todos, reprovou os prantos e garantiu que tinha voltado à vida pelos sufrágios de São Francisco.