LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Legenda Maior - Miraculis III,10

    10 
    1 Filius cuiusdam nobilis in Castro Sancti Geminiani, valido languore detentus omnique ulterius desperatus salute, ad extremum usque perductus est. 
    2 Rivus etenim sanguinis emanabat ab oculis eius, sicut ex vena brachii assolet ebullire, ceterisque propinquae mortis veris indiciis in reliquo corpore apparentibus, indicabatur pro mortuo, sed et prae debilitate spiritus et virtutis sensus et motus usu privatus, visus est penitus emigrasse. 
    3 Congregatis autem ex more ad planctum parentibus et amicis, ac de sola agentibus sepultura, pater ipsius, fiduciam habens in Domino, conciso gressu ad ecclesiam cucurrit beati Francisci, quae in eodem erat castro constructa, et cingulo suspenso ad guttur, cum omni humilitate se prostravit in terram (cfr. Iudt 10,20).
    4 Sicque vota vovens et multiplicans preces (cfr. 1Re 1,11; Iob 40,22), suspiriis et gemitibus meruit apud Christum sanctum Franciscum habere patronum. 
    5 Reversus itaque statim pater ad filium et sanitati restitutum inveniens, luctum in gaudium (cfr. Lam 5,15) commutavit.

    TEXTO TRADUZIDO

    Legenda Maior - Milagres III,10

    10 
    1 O filho de um nobre do castro de San Geminiano, atacado por forte doença, e desesperado de qualquer ulterior salvação, foi levado ao extremo. 
    2 Pois corria um rio de sangue de seus olhos, como costuma acontecer com uma veia do braço e apareceram outros sinais de morte próxima por todo o corpo. Davam-no por morto; além disso, privado do uso dos sentidos e do movimento, parecia mesmo que já tivesse emigrado. 
    3 Reunidos, como é costume, seus parentes e amigos para o pranto, e só pensando na sepultura, seu pai, tendo confiança no Senhor, dirigiu-se rapidamente para a igreja de São Francisco, que tinha sido construída nesse mesmo castro e, com uma corda pendurada no pescoço, prostrou-se em terra com toda humildade. 
    4 Tendo feito um voto e multiplicando as preces com suspiros e gemidos, mereceu ter São Francisco como patrono junto de Cristo. 
    5 Por isso, quando o pai voltou depressa para o filho e o encontrou devolvido à saúde, mudou o luto em alegria.