LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Legenda Maior - Miraculis VII,3

    3 
    1 In Campania puer quidam quatuordecim annorum de castro Pophis subita vexatus angustia, sinistrum oculum amisit ex toto. 
    2 Passionis acerbitas sic de loco suo propulit oculum, quod per octo dies extra, nervo relaxato, longitudine digiti unius ad maxillas dependens, pene aridus est effectus. 
    3 Sed cum sola superesset abscissio, et a medentibus foret penitus desperatus, pater eius ad auxilium beati Francisci tota se mente convertit. 
    4 Non defuit ille indefessus miserorum adiutor precibus supplicantis. 
    5 Nam oculum aridum mirabili virtute in locum suum pristinumque vigorem restituit et lucis optatae radiis illustravit.

    TEXTO TRADUZIDO

    Legenda Maior - Milagres VII,3

    3 
    1 Na Campânia, um menino de quatorze anos do castro de Pofi, atacado de repente por uma angústia, perdeu de todo o olho esquerdo. 
    2 A violência da dor expulsou de tal forma o olho de seu lugar que, por oito dias, por um folga do nervo, o olho ficou pendurado no rosto com um dedo de distância, e quase ficou seco. 
    3 Como a única coisa que restava era cortar, e os médicos não lhe davam nenhuma esperança, o pai voltou-se com toda a alma para o socorro de São Francisco. 
    4 O incansável auxiliador dos míseros não faltou às preces do suplicante. 
    5 Pois, com maravilhosa virtude, recolocou o olho seco no seu lugar e iluminou-o com os raios da desejada luz.