LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • São Boaventura
  • Legenda Maior

TEXTO ORIGINAL

Legenda Maior - Miraculis VIII,1

VIII - De liberatis a variis morbis. 

1 
1 Apud Castrum Plebis juvenis quidam mendicus surdus erat et mutus a nativitate (cfr. Ioa 9,1) sua, qui linguam adeo curtam habebat ac tenuem, quod multoties exquisita a pluribus, praecisa penitus videretur. 
2 Vir quidam, Marcus nomine, ipsum propter Deum suscepit hospitio; qui, eum sibi benefacere sentiens, coepit cum ipso assiduus demorari. 
3 Sero quodam, cum praedictus vir coenaret cum coniuge, adstante puero coram eis, dixit uxori: ”Hoc ego maximum miraculum reputarem, si beatus Franciscus huic auditum redderet et loquelam”. 
4 Et adiecit: ”Voveo Deo (cfr. Ps 131,2), quod si hoc sanctus Franciscus dignabitur operari, propter amorem suum huic puero expensas conferam, donec vivet”. 
5 Mirum certe! Subito lingua crevit et locutus est, dicens (cfr. Gen 8,15):” Gloria Deo et sancto Francisco, qui mihi loquelam praebuit et auditum!”.

TEXTO TRADUZIDO

Legenda Maior - Milagres VIII,1

VIII – Sobre os libertados de diversas doenças. 

1 
1 Em Città della Pieve, um jovem mendigo era surdo e mudo de nascença, tinha uma língua tão curta e fina que, muitas vezes examinada por muitas pessoas, parecia completamente cortada. 
2 Um homem chamado Marcos hospedou-o por amor de Deus. O moço, notando que lhe faziam bem, começou a morar assiduamente com ele. 
3 Uma tarde, quando o cavaleiro estava ceando com sua esposa, estando presente o jovem, disse à mulher: “Acho que seria o maior milagre, se o bem-aventurado Francisco lhe devolvesse o ouvido e a fala”. 
4 E acrescentou: “Prometo a Deus que, se São Francisco se dignar a fazer isso, por seu amor vou pagar as despesas desse jovem enquanto viver”. 
5 Certamente admirável! De repente, a língua cresceu e ele falou, dizendo: “Glória a Deus e a São Francisco, que me deu a fala e o ouvido!”.