LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 146

Caput CVII - De subiectione quam volebat fratres habere ad clericos, et quare.

146 
1 Licet autem cum omnibus hominibus pacem habere (cfr. Rom 12,18) filios vellet atque universis parvulos se praebere, clericis tamen maxime humiles verbo esse docuit, ac monstravit exemplo. 
2 Dicebat enim: “In adiutorium (cfr. Ps 69,2; Dan 10,13) clericorum missi sumus ad animarum salutem (cfr. 1Pet 1,9), ut quod in illis minus invenitur suppleatur a nobis. 
3 Recipiet unusquisque mercedem non secundum auctoritatem, sed secundum laborem (cfr. 1Cor 3,8). 
4 Scitote”, inquit, “fratres, animarum fructum (cfr. Sap 3,13) Deo gratissimum esse, meliusque illum consequi posse pace, quam discordia clericorum. 
5 Quod si ipsi salutem impediunt populorum, Dei est ultio et ipse retribuet eis in tempore (cfr. Deut 32,35). 
6 Ideo estote subiecti (cfr. 1Pet 2,13) praelatis, ne quantum ex vobis est (cfr. Rom 18,18), zelus aliquis surgat. 
7 Si filii pacis fueritis (cfr. Luc 10,6), clerum et populum Domino lucrabimini, quod acceptabilius iudicat Dominus (cfr. 1Pet 2,5), quam populum solum, clero scandalizato, lucrari. 
8 Tegite”, inquit, “eorum casus, multiplices supplete defectus, et cum haec feceritis (cfr. Luc 17,10), humiliores estote”.

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 146

Capítulo 107 - Sobre a submissão que queria que seus frades tivessem para com os clérigos, e porquê.

146 
1 Embora quisesse que seus filhos estivessem em paz com todos os homens e se apresentassem a todos como pequeninos, ensinou com palavras e comprovou com exemplos que deviam ter a maior humildade diante dos clérigos. 
2 Pois dizia: “Fomos mandados para ajudar os clérigos na salvação das almas, suprindo assim o que faltar neles. 
3 Cada um vai receber sua recompensa de acordo com o trabalho, não com a autoridade. 
4 Sabei, irmãos, que o proveito das almas agrada muito a Deus, e que é mais fácil conseguí-lo pela paz que pela discórdia com os clérigos. 
5 Se eles estiverem servindo de empecilho para a salvação do povo, cabe a Deus o direito de punir e ele há de retribuir-lhes com o tempo. 
6 Portanto, sede submissos aos prelados para que, por vossa causa, não surja problema algum. 
7 Se fordes filhos da paz, lucrareis para o Senhor o clero e o povo, coisa que o Senhor acha muito mais vantajoso que conquistar o povo escandalizando o clero. 
8 Encobri as suas fraquezas, supri as suas muitas falhas e, quando tiverdes feito isso, sede mais humildes ainda”.