LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 160

Caput CXIX - Poenitentia contra otiosa verba apud Portiunculam.

160 
1 Alio tempore, apud Sanctam Mariam de Portiuncula, considerans homo Dei (cfr. 2Tim 3,17), quod lucrum orationis per verba otiosa post orationem deflueret, contra lapsum otiosorum verborum (cfr. Mat 12,36) hoc remedium ordinavit dicens: 
2 “Quicumque frater otiosum vel inutile verbum protulerit (cfr. Mat 12,35.36), teneatur statim dicere suam culpam et pro singulis otiosis semel dicere Pater noster (cfr. Mat 6,9-13). 
3 Sic autem volo, ut si ipse prius se culpaverit de commisso, dicat Pater noster (cfr. Mat 6,9-13) pro anima sua; 
4 si ab alio prius fuerit redargutus, animae redarguentis attribuat”.

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 160

Capítulo 119 - Penitência contra as palavras ociosas na Porciúncula.

160 
1 Outra vez, em Santa Maria da Porciúncula, considerando o homem de Deus que o lucro da oração se perde pelas conversas ociosas depois da oração, indicou o seguinte remédio para se evitar o defeito das palavras ociosas: 
2 “Todo frade que disser uma palavra ociosa ou inútil seja obrigado a confessar imediatamente sua culpa e a dizer um pai-nosso por cada uma delas. 
3 E quero que diga um pai-nosso por sua própria alma, se for ele mesmo que por primeiro se acusar da própria falta; 
4 mas, se for primeiro avisado por outro, aplique-o pela alma dele”.