LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 212

Caput CLXI - Quid fuerit pro suis infirmitatibus sibi promissum a Domino.

212 
1 Ita ex omni parte cruciatibus fesso, mirum quod sufficere vires ad tolerantiam poterant. 
2 Has vero suas angustias non poe-narum censebat nomine sed sororum. 
3 Quas multis ex causis provenisse non dubium est. 
4 Sane, ut clarior fieret ex triumphis, non solum tirocinio sua difficilia commisit Altissimus, verum iam emeritae militiae viro dabatur materia trimphandi. 
5 Habent et in hoc exempla sequentes, dum propter senectutem nihil lentius, propter infirmitatem nihil indulgentius egit. 
6 Nec, nulla causa, fuit perfecta in valle lacrimarum (cfr. Ps 83,7) purgatio, quod sic de quadrante novissimo redderet rationem (cfr. Mat 5,26), si quid inhaesisset cremabile, ut tandem purgatissimus raptim ad superos evolaret. 
7 Potissimam vero tormentorum suorum existimo rationem, quia, ut ipse asserebat de aliis, in sustinendis illis retributio multa (cfr. Ps 18,12).

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 212

Capítulo 161 - O que lhe foi prometido pelo Senhor por suas doenças.

212 
1 Derrubado por sofrimentos de todos os lados, causa admiração que tivesse força para suportá-los. 
2 Mas chamava essas suas dores de irmãs e não de penas. 
3 E é fora de dúvida que elas provinham de muitas causas. 
4 De fato, para ficar mais claro por seus triunfos, o Altíssimo não lhe proporcionou coisas difíceis só enquanto estava no tirocínio, mas lhe deu ocasião de triunfar mesmo depois que já era um soldado experimentado. 
5 Isto também é um exemplo para seus seguidores: não fez nada mais devagar por causa da velhice e não foi mais indulgente por causa da doença. 
6 Também não foi sem razão que sua purificação foi tão plena neste vale de lágrimas. Ele prestou conta até o último vintém, se é que sobrou algum resto de impureza que devesse passar pelo fogo, para que, no fim, purificadíssimo, pudesse voar diretamente para o céu. 
7 Mas eu acho que a razão principal de seus tormentos foi, como ele mesmo afirmava a respeito de outros, a grande recompensa que se tem em suportá-los.