LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 164

Caput CXXIII - Contra vanae laudis appetitores et expositio prophetici verbi.

164 
1 Plangendos tamen dixit praedicatores, qui vendunt saepe quod faciunt, obolo vanae laudis. 
2 Talium vero tumoribus tali quandoque medebatur antidoto: “Cur de conversis hominibus gloriamini, quos fratres mei simplices suis orationibus convertere?”. 
3 Illud denique verbum: Donec peperit sterilis plurimos (cfr. 1Re 2,5), taliter exponebat: “Sterilis”, inquit, “est frater meus pauperculus, qui generandi in Ecclesia filios non habet officium. 
4 Hic pariet in iudicio plurimos, quia quos nunc privatis orationibus convertit, suae gloriae tunc iudex adscribet. 
5 Quae multos habet filios, infirmabitur (1Re 2,5), quia praedicator, qui multis velut sua virtute genitis gaudet, cognoscet tunc nihil proprii habuisse in eis”. 
6 Illos autem, qui se magis rhetores quam praedicatores laudari cupiunt, ornatu non affectu loquentes, non multum amabat. 
7 Eos vero dicebat male dividere, qui praedicationi totum, devotioni nihil impendunt. 
8 Laudabat revera praedicatorem, sed eum qui pro tempore sibi saperet sibique gustaret.

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 164

Capítulo 123 - Contra os desejosos de vanglória e exposição da palavra profética.

164 
1 Dizia que devíamos chorar pelos pregadores que muitas vezes vendem o seu ministério por um tostão do vanglória. 
2 Curava-lhes às vezes os tumores com este remédio: “Por que vos gloriais dos homens que convertestes, se foram convertidos pelas orações de meus irmãos simples?” 
3 Assim interpretava ele o versículo: “Até a estéril deu à luz muitos filhos” (cfr. 1Rs 2,5). “A estéril é o meu irmão pobrezinho, que não recebeu na Igreja o encargo de gerar filhos. 
4 Esse vai ter muitos filhos no dia do juízo, porque então o juiz vai computar na sua glória os que agora converte com suas orações particulares. 
5 Mas ‘a que tem muitos filhos vai desfalecer’ (1Rs 2,5) porque o pregador que se rejubila como se tivesse gerado a muitos por sua virtude vai saber então que nada teve de seu nessas pessoas”. 
6 Não gostava muito dos que gostavam de ser louvados mais como oradores do que como pregadores, falando com ornatos e não com o afeto. 
7 E dizia que faziam uma má divisão os que davam tudo para a pregação e nada para a devoção. 
8 Louvava ao pregador que, a seu tempo, apreciava e saboreava ele mesmo a palavra de Deus.