LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

    TEXTO ORIGINAL

    Secunda Vita (2Cel) - 50

    Caput XXI - De eodem fratre cui iuxta suum desiderium tunicam dedit.

    50 
    1 In eodem fratre aliud sancti patris mirabile claruit. 
    2 Nam tempore quo infirmus iacebat in palatio apud Assisium, dictus frater cogitavit apud se dicens (cfr. Sap 2,1; Mat 16,7): 
    3 “En morti appropinquat pater, et quamplurimum consolaretur anima mea (cfr. Ps 76,3), si post mortem haberem tunicam patris mei”. 
    4 Quasi cordis desiderium (cfr. Ps 20,3) oris petitio fuerit, post parum vocat eum beatus Franciscus dicens: “Tibi trado tunicam istam; 
    5 accipe eam, ut tua de caetero sit; quam licet ipse feram dum vicito, tibi tamen cedat in morte”. 
    6 Miratus de tanta patris profunditate, frater tunicam tandem consolatus accepit, eamque postmodum in Franciam devotio sancta transvexit.

    TEXTO TRADUZIDO

    Segunda Vida (2Cel) - 50

    Capítulo 21 - Sobre o mesmo irmão, a quem deu uma túnica conforme o seu desejo.

    50 
    1 No mesmo frade resplandeceu outro milagre do santo pai. 
    2 Pois no tempo em que estava doente no palácio de Assis, esse frade pensou consigo mesmo dizendo: 
    3 “O pai está se aproximando da morte. Minha alma ficaria muito consolada se, depois de sua morte, eu tivesse uma túnica do meu pai”. 
    4 Como se o seu desejo do coração fosse um pedido da boca, pouco depois São Francisco chamou-o dizendo: “Dou-te esta túnica. 
    5 Recebe-a e passará a ser tua: vou usá-la enquanto estiver vivo, mas será tua quando eu morrer”. 
    6 Admirado de tão profunda penetração, o frade recebeu a túnica muito consolado. Mais tarde, ela foi levada para a França, com muita devoção.