LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 93

Caput LX - Quomodo tres mulieres apparuerunt sibi in via, et post novam salutationem disparuerunt.

93 
1 Mirabile quiddam, interpretatione dubium, veritate certissimum, paucis referam. 
2 Cum pauper Christi Franciscus de Reate Senas properaret pro remedio oculorum, transitum faciebat per planum prope roccam Campilii, comitem itineris (cfr. Gen 33,12) habens medicum quemdam Ordini obligatum. 
3 Et ecce tres mulieres pauperculae apparuerunt iuxta viam in transitu sancti Francisci. 
4 Sic autem statura, aetate et facie similes erant, ut materiam triplicem una crederes forma perfectam. 
5 Adveniente itaque sancto Francisco, flectunt illae reverenter vertices suos, et nova illum salutatione magnificant: “Bene veniat”, inquiunt, “domina paupertas!”. 
6 Statim sanctus indicibili repletus est gaudio (cfr. Ps 125,2), utpote qui nihil in se salutandum hominibus tam libenter haberet, quam quod illae decreverant. 
7 Et prius quidem feminas esse reputans revera pauperculas, conversus ad medicum qui comitabatur ait: “Rogo te, intuitu Dei, da, ut dem aliquid pauperculis illis”. 
8 Citissime protulit ille, et equo avolans tribuit unicuique nummos. 
9 Procedunt ergo modicum via coepta, cum statim convertentes oculos fratres et medicus totam illam planitiem nudam mulieribus cernunt. 
10 Plurimum stupefacti mirabilibus Domini (cfr. Ps 106,8.15) eventum adnumerant, mulieres non fuisse scientes, quae avibus ocius transvolassent (cfr. Sap 5,11).

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 93

Capítulo 60 - Como lhe apareceram no caminho três mulheres, e depois de uma saudação original desapareceram.

93 
1 Vou contar em poucas palavras um fato admirável, de interpretação um tanto difícil mas de autenticidade garantida. 
2 São Francisco, o pobre de Cristo, estava viajando de Rieti para Sena, para cuidar dos olhos, e atravessava a planície de Rocca de Campília levando como companheiro de viagem um médico ligado à Ordem. 
3 Eis que apareceram três mulheres pobrezinhas junto ao caminho, na passagem de São Francisco. 
4 Eram tão semelhantes no tamanho, na idade e no rosto, que pareciam três exemplares feitos na mesma forma. 
5 Quando São Francisco se aproximou, inclinaram reverentemente a cabeça e o saudaram com um cumprimento novo: “Bem-vinda, Senhora Pobreza!” 
6 O santo se encheu na mesma hora de incontável alegria, porque não havia nenhuma saudação que mais gostasse de ouvir do que a que elas tinham escolhido. 
7 E pensando primeiro que aquelas mulheres fossem realmente pobrezinhas, virou-se para o médico que o acompanhava e disse: “Peço-te, pelo amor de Deus, que me dês alguma coisa para eu dar a essas pobrezinhas”. 
8 Ele saltou imediatamente do cavalo e deu algumas moedas para cada uma. 
9 Prosseguiram seu caminho mas, voltando-se logo o médico e os frades, não viram sinal das mulheres em toda aquela planície. 
10 Muito admirados, juntaram mais esse fato às maravilhas do Senhor, sabendo que não havia mulheres capazes de voar mais rápido que as aves.