LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 100

Caput LXVI - Quomodo episcopus inveniens ipsum orantem loquela privatus est.

100 
1 Orante sancto Francisco in loco de Portiuncula, contigit episcopum Assisii venire ad eum familiariter, ut erat solitus, visitandum. 
2 Qui mox ut locum ingreditur, ad cellam sancti minus reverenter non vocatus accedit, pulsoque ostiolo intraturum se ingerit. 
3 Et, ecce, dum caput immittit, sanctumque orantem cernit, repente eum concutit tremor (cfr. Iob 21,6), et obrigentibus membris etiam loquelam amittit. 
4 Subito voluntate Domini (cfr. Act 21,14; Pa 50,20) per vim foras propellitur, et retrogrado pede procul abducitur. 
5 Credo vel ipse indignus erat arcanum illud inspicere, vel ille dignus quod tenuerat plus tenere. 
6 Stupefactus episcopus redit ad fratres, et primo verbo culpam confessus loquelam recuperat.

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 100

Capítulo 66 - Como o bispo, encontrando-o a rezar, perdeu a fala.

100 
1 Estando São Francisco a rezar no lugar da Porciúncula, o bispo de Assis foi visitá-lo familiarmente, como costumava. 
2 Logo que entrou, foi à cela do santo sem muita reverência, pois não tinha sido chamado, empurrou a pequena porta e foi entrando. 
3 Logo que pôs a cabeça para dentro e viu o santo a rezar, foi tomado por um súbito tremor, teve os membros imobilizados e até perdeu a fala. 
4 Subitamente, por vontade do Senhor, foi lançado para fora e levado de costas para longe. 
5 Acho que ou ele era indigno de contemplar aquele segredo, ou então o santo é que merecia continuar a receber mais do que tinha tido. 
6 O bispo voltou espantado para junto dos frades e recuperou a fala logo que confessou a culpa.