LÍNGUAS CLÁSSICAS

Página de Estudos das Fontes Pesquisadas

  • Fontes Franciscanas
  • Fontes Biográficas
  • Tomás de Celano
  • Segunda Vida (2Cel)

TEXTO ORIGINAL

Secunda Vita (2Cel) - 128

Caput XCI - Qualiter quemdam fratrem tristem redarguit, et qualiter se deberet habere monuit.

128 
1 Vidit semel quemdam socium suum acediosam et tristem faciem praetendentem, et non leniter ferens dixit ad eum: “Non decet servum Dei (cfr. Dan 6,20) tristem et turbulentum (cfr. Is 42,4) se monstrare hominibus, sed semper honestum. 
2 Offensas tuas in tuo cubiculo (cfr. Qo 10,20) discute, et coram Deo (cfr. Gen 6,8) tuo lacrimare et ingemisce. 
3 Cum redis ad fratres, moerore deposito, caeteris conformare”. 
4 Et post pauca: “Multum invident mihi aemuli salutis humanae, et semper”, ait, conantur quem in me non possunt, in sociis conturbare”. 
5 Tantum autem diligebat virum spirituali laetitia plenum, quod pro generali commonitione in quodam capitulo scribi fecit haec verba: 
6 “Caveant fratres, ne se ostendant exstrinsecus nubilosos et hypocritas tristes, sed ostendant se gaudentes in Domino (cfr. Is 61,10), hilares et iucundos, et convenienter gratiosos”.

TEXTO TRADUZIDO

Segunda Vida (2Cel) - 128

Capítulo 91 - Como repreendeu um irmão triste, e como aconselhou que devia se comportar.

128 
1 Uma vez viu um de seus companheiros com semblante aborrecido e triste e, sem conseguir suportá-lo, disse-lhe: “Um servo de Deus não deve mostrar-se triste e atormentado, mas sempre sereno. 
2 Resolve teus problemas em tua cela, chora e geme na frente do teu Deus. 
3 Quando voltares para junto dos irmãos, deixa de lado o aborrecimento e trata de te comportares como um deles”. 
4 E acrescentou, um pouco depois: “Os inimigos da salvação humana me odeiam bastante e estão sempre procurando perturbar meus companheiros porque não o conseguem comigo”. 
5 Gostava tanto de ver as pessoas cheias de alegria espiritual que em certo capítulo mandou escrever estas palavras de exortação para todos: 
6 “Cuidem os frades de nunca se mostrar mal-humorados e hipocritamente tristes. Mostrem-se jubilosos no Senhor, alegres e felizes, simpáticos como convém”.